27 de out de 2009

Sobre o medo

por Charlie Liu, do A New Person

Tem muita gente que tem medo de muita coisa. Eu tenho vários.Tenho medo de cair, medo de ficar careca, medo de aranhas, cobras e demais bichos peçonhentos. Tenho medo de morrer na segunda-feira e minha mãe só me achar morto no sábado. Tenho medo de cair no vão do metrô, ou de ser empurrado pra lá na hora do rush. Tenho medo de usar mochila nas costas e, ao andar na beira da calçada, enganchar em um caminhão em movimento e ser arrastado pela cidade.
Alguns medos eu superei ao longo do tempo. Quando pequeno eu tinha medo do escuro. Minha avó mandava eu fechar as janelas quando escurecia pra não entrar mosquitos e eu ia fechando, com o coração na mão, todas as janelas da casa até ficar no escuro e voltar correndo para a cozinha onde a luz estava acesa. Não me perguntem porque eu nunca pensei em ir acendendo a luz ao longo do caminho. Superei também o medo de falar em público, tanto que me tornei professor. Ok, não sou nenhum palestrante, mas encaro fácil umas 30 pessoas na minha frente sem falar bobeira.
O único medo que eu nunca vou superar é o medo de ficar sozinho. Não falo de ficar sozinho em casa, ou em algum lugar fechado. Tenho medo de ficar sozinho, sem amigos, sem família, nem ninguém... Mas quando esse medo vem eu paro, começo a pensar em todas as pessoas que tenho comigo, e esse medo meio que vai embora e me dá mais um tempo sem ter que lidar com ele.

6 comentários:

Charlie Liu disse...

só pra não ficar sem nenhum comentário! ahahhaha!

Mim disse...

Tenho medo de espirro, na verdade tá mais pra fobia, okay sou estranha :D

Rôdy disse...

tenho medo de ficar sem meus amigos. e que meu blog fique às moscas, sem visitas e tals :~

Joana MartinS disse...

eu também tinha esse medo, de ir fechando as janelas vendo tudo escurecer...acho que na verdade ainda o tenho...e n sei se por estupidez ou habito...ainda é raro quando vou ligando as luzes...acho que é por preguiça ...

beijo*

Anônimo disse...

adorei a parte que vc lembra um pouca da minha infÂncia,medo do escuro correr rapidinho pra algum comodo onde tenha luz,a sensação que nois temos é que pode surgir do nada naquele escuro algo que peço a deus que ñ exista,alguma coisa estranha.e a parte que vc fala de ficar sozinho todos nois temos esse medo,vou contar um bem chato que até hoje me apavora,guando estou em uma lanchonet ou um lugar com muitas pessoas não consigo engolir nada,trava é não passa eu mastigo a comida e na hora de engolir pareçe que eu esqueçi como se faz.hehehehe é a vida ansiedade e nervosismo é o pior que tem.

Léa Maria disse...

Você é meu vizinho de blog (p.e) por enquanto, até aalguem nos separar, mas enfim, este é o meu medo, ficar separada das pessoas, envelhecer até aceito, mas ficar sem alguem para trocar uma conversa ou esquentar nossos pés, não é fácil. Gostei dos teus medos, até me identifiquei. Escrevo no meu blog, as poesias e fantasias que tenho do passado, do hoje e do amanhã. Sérias ou sacanas eu não sei, mas as acho bacanas. Felicidades nas escritas. Vou te seguir vizinho